Luiz Andrioli está entre os autores da Antologia 48 contos paranenses

Luiz Andrioli está entre os autores da Antologia 48 contos paranenses
Luiz Andrioli escolhido para integrar a antologia dos melhores contos de autores paranaenses
Luiz Andrioli escolhido para integrar a antologia dos melhores contos de autores paranaenses

Organizada pelo escritor Luiz Ruffato, coletânea reúne prosadores de várias épocas, nascidos ou radicados em várias regiões do Estado. Escritor e jornalista curitibano, autor de “O laçador de cães“,é um dos escolhidos da publicação 

A presença de grandes contistas sempre foi marcante na literatura paranaense. A publicação da antologia 48 Contos Paranaenses, editada pela Biblioteca Pública do Paraná, por meio do Núcleo de Edições da Secretaria de Estado da Cultura (Seec), traz ao leitor um painel do que foi produzido no gênero desde a emancipação do Estado, em 1853. Os livros têm tiragem de mil exemplares, que serão distribuídos gratuitamente para todas as bibliotecas públicas do Paraná.

Organizado pelo escritor Luiz Ruffato, leitor atento ao que acontece no Brasil, o livro mostra a força do conto local ao selecionar prosadores cuja característica em comum mais evidente é a pluralidade de vozes. Dos autores do fim do século XIX aos escritores do presente, uma gama imensa de temas e estilos se apresenta.

Da prosa mais afeita a experimentações, com ênfase na linguagem — uma da marcas da literatura no Paraná —, até histórias cuja maior preocupação é arrebatar o leitor a partir de um enredo instigante, de estruturas mais tradicionais, 48 contos paranaenses é um mosaico amplo que reúne quase três séculos de escrita literária no Estado.

“A coletânea comprova a força e a importância da produção literária paranaense no cenário nacional. Sua principal marca é a riqueza e a pluralidade de vozes e estilos literários, resgatando autores esquecidos e apresentando novos contistas paranaenses”, diz Rogério Pereira, diretor da Biblioteca Pública da Paraná.

Ao longo do livro, o leitor poderá contrastar o estilo e as preocupações estéticas de diversas escolas e movimentos literários. De pioneiros como Andrade Muricy, Jayme Balão Junior e Nestor Victor aos nomes que repercutiram nacionalmente nas últimas décadas, como Dalton Trevisan, Wilson Bueno e Manoel Carlos Karam, entre muitos outros — inclusive autores da novíssima geração.

O organizador da antologia, Luiz Ruffato, lembra que o Paraná é hoje, ao lado de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul “um dos mais importantes polos de produção da literatura brasileira”.

“Para além de oferecermos, neste livro, um conjunto de contos que têm em comum o fato de os autores terem nascido no Paraná ou para o Paraná terem migrado, colocamos à disposição, na verdade, uma gama de escritores, que, cada um à sua maneira, ajudam a construir o imaginário brasileiro dos últimos cento e poucos anos. Cabe ao leitor escolher, entre tantos, aqueles que melhor dialogam com suas próprias experiências”, diz.

48 contistas paranaenses: Aluísio Ferreira de Abreu, Andrade Muricy, Antonio Cescato, Assionara Souza, Carlos Machado, Caetano Galindo, Cezar Tridapalli, Cristovão Tezza, Dalton Trevisan, David Gonçalves, Ernani Buchmann, Fábio Campana, Guido Viaro, Jayme Balão Junior, Jair Ferreira dos Santos, José Cruz Medeiros, José Marins, Júlio Damásio, Júlio Perneta, Luci Collin, Lucio Ferreira, Luiz Andriloli, Luís Henrique Pellanda, Luiz Felipe Leprevost, Manoel Carlos Karam, Marcio Renato dos Santos, Mário Araújo, Marco Cremasco, Miguel Sanches Neto, Nestor Victor, Nilson Monteiro, Newton Sampaio, Oscar Nakassato, Otávio Duarte, Otto Leopoldo Wink, Paulo Sandrini, Paulo Venturelli, Regina Benitez, Reinoldo Atem, Renato Bittencourt Gomes, Roberto Gomes, Roberto Muggiati, Rocha Pombo, Sérgio Rubens Sossélla, Susan Blum, Thiago Tizzot, Wilson Bueno, Wilson Rio Apa.

Serviço:
Livro:
48 contos paranaenses
Organização e prefácio: Luiz Ruffato
390 páginas
Selo Biblioteca Paraná
Uma publicação da Biblioteca Pública do Paraná, distribuída gratuitamente para bibliotecas públicas de todo o Estado (os livros não serão vendidos)
Mais informações: (41) 3221-4917